Escritores da Liberdade

29 mar

“Se fosse por mim eu nem aparecia na escola, meu oficial de condicional me ameaçou dizendo que era a escola ou o reformatório, babaca, ele acha que os problemas que rolam em Long Beach, não vão me afetar em Winston. O infeliz não entende que as escolas são como as cidades, e a cidade como uma prisão, todas elas divididas em seções separadas dependendo das tribos. Tem o pequeno Camboja, o gueto, a ‘branquelândia’ e nós do sul da fronteira, ou pequena tihuana. As coisas são assim e todo mundo sabe. O negocio é esse: uma tribo tentando se apossar do território do outro e tomar o que não é dela.”


Ontem (28/03) Eu revi um filme que tinha assistido a um tempo atrás, o “Escritores da Liberdade”. É muito interessante quando se assiste ou lê algo outra vez porque nos dá uma certa riqueza de detalhes que não foi possível apenas no primeiro contato. E foi o que esse filme me causou. Eu sabia que era interessante, mas pude ter uma visão mais profunda sobre o assunto.

O filme é uma história real, que se passa em Los Angeles em 1992, e retrata a vida de adolescentes que convivem diariamente com o crime, com as guerras entre gangues e principalmente com a discriminação racial. Alunos de diferentes etnias, como sulamericanos, asiáticos e negros, tem uma guerra travada entre suas culturas, uma guerra que nem se quer sabem o motivo, é apenas tradição. Mas essa situação é revertida quando a professora Erin Gruwell (Hilary Swank) começa a dar aula pra esses adolescentes, usando um método diferente e sem apoio nenhum do restante do corpo docente, ela faz com que eles percebam o que tem em comum. Até então eles eram privados desse conhecimento e dessa possibilidade de poder pensar na situação, e ver o que estava errado. E fazendo isso eles puderam mostrar que eram sim capazes de mudar o rumo de suas vidas.

O filme é espetacular, e só assistindo mesmo pra se ter uma ideia completa do que é, porque é realmente um assunto muito amplo. A minha única decepção com a história foi que a senhora G, como era tratada pelos alunos, ao invés de permitir que os alunos continuassem sozinhos, pois ela só poderia dar aulas até o 2º ano, ela lutou pra conseguir continuar com eles até a formatura. Se ela os preparou, eles seriam capazes de continuar, ela não vai estar presente com eles pra sempre, era a hora de mostrar que eles podiam colocar essa experiência em prática. Mas fora isso a abordagem do filme além de muito interessante, é essencial. Recomendo que todos assistam, e eu acho que deveria ser obrigatório nas escolas.

Situações desse tipo são comuns todos os dias. Pessoas que se envolvem com o crime e com drogas, não tem oportunidade de se regenerar porque não encontram apoio, porque é uma parte que a sociedade rejeita, não aceita como igual e por isso piora cada vez mais. Discriminações raciais, étnicas e culturais acontecem na nossa frente e ninguém liga, porque é normal. Todos relevam porque é uma tradição, mesmo não sabendo o porquê dessa situação, as pessoas tratam como se fosse necessário, “faz parte”.

Não precisa ser assim. Mas a ignorância e a falta de interesse por mudar faz com que permaneça dessa forma, porque é cômodo, até o dia em que acontecer com você.

 

 

Por Rai Samara

Salve, meus irmãos africanos e lusitanos, do outro lado do oceano
“O Atlântico é pequeno pra nos separar, porque o sangue é mais forte que a água do mar”
Racismo, preconceito e discriminação em geral;
É uma burrice coletiva sem explicação
Afinal, que justificativa você me dá para um povo que precisa de união
Mas demonstra claramente
Infelizmente
Preconceitos mil
De naturezas diferentes
Mostrando que essa gente
Essa gente do Brasil é muito burra
E não enxerga um palmo à sua frente
Porque se fosse inteligente esse povo já teria agido de forma mais consciente
Eliminando da mente todo o preconceito
E não agindo com a burrice estampada no peito
A “elite” que devia dar um bom exemplo
É a primeira a demonstrar esse tipo de sentimento
Num complexo de superioridade infantil
Ou justificando um sistema de relação servil
E o povão vai como um bundão na onda do racismo e da discriminação
Não tem a união e não vê a solução da questão
Que por incrível que pareça está em nossas mãos
Só precisamos de uma reformulação geral
Uma espécie de lavagem cerebral

Racismo é burrice

Não seja um imbecil
Não seja um ignorante
Não se importe com a origem ou a cor do seu semelhante
O quê que importa se ele é nordestino e você não?
O quê que importa se ele é preto e você é branco
Aliás, branco no Brasil é difícil, porque no Brasil somos todos mestiços
Se você discorda, então olhe para trás
Olhe a nossa história
Os nossos ancestrais
O Brasil colonial não era igual a Portugal
A raiz do meu país era multirracial
Tinha índio, branco, amarelo, preto
Nascemos da mistura, então por que o preconceito?
Barrigas cresceram
O tempo passou
Nasceram os brasileiros, cada um com a sua cor
Uns com a pele clara, outros mais escura
Mas todos viemos da mesma mistura
Então presta atenção nessa sua babaquice
Pois como eu já disse racismo é burrice
Dê a ignorância um ponto final:
Faça uma lavagem cerebral

Racismo é burrice

Negro e nordestino constróem seu chão
Trabalhador da construção civil conhecido como peão
No Brasil, o mesmo negro que constrói o seu apartamento ou o que lava o chão de uma delegacia
É revistado e humilhado por um guarda nojento
Que ainda recebe o salário e o pão de cada dia graças ao negro, ao nordestino e a todos nós
Pagamos homens que pensam que ser humilhado não dói
O preconceito é uma coisa sem sentido
Tire a burrice do peito e me dê ouvidos
Me responda se você discriminaria
O Juiz Lalau ou o PC Farias
Não, você não faria isso não
Você aprendeu que preto é ladrão
Muitos negros roubam, mas muitos são roubados
E cuidado com esse branco aí parado do seu lado
Porque se ele passa fome
Sabe como é:
Ele rouba e mata um homem
Seja você ou seja o Pelé
Você e o Pelé morreriam igual
Então que morra o preconceito e viva a união racial
Quero ver essa música você aprender e fazer
A lavagem cerebral

Racismo é burrice

O racismo é burrice mas o mais burro não é o racista
É o que pensa que o racismo não existe
O pior cego é o que não quer ver
E o racismo está dentro de você
Porque o racista na verdade é um tremendo babaca
Que assimila os preconceitos porque tem cabeça fraca
E desde sempre não pára pra pensar
Nos conceitos que a sociedade insiste em lhe ensinar
E de pai pra filho o racismo passa
Em forma de piadas que teriam bem mais graça
Se não fossem o retrato da nossa ignorância
Transmitindo a discriminação desde a infância
E o que as crianças aprendem brincando
É nada mais nada menos do que a estupidez se propagando
Nenhum tipo de racismo – eu digo nenhum tipo de racismo – se justifica
Ninguém explica
Precisamos da lavagem cerebral pra acabar com esse lixo que é uma herança cultural
Todo mundo que é racista não sabe a razão
Então eu digo meu irmão
Seja do povão ou da “elite”
Não participe
Pois como eu já disse racismo é burrice
Como eu já disse racismo é burrice

Racismo é burrice

E se você é mais um burro, não me leve a mal
É hora de fazer uma lavagem cerebral
Mas isso é compromisso seu
Eu nem vou me meter
Quem vai lavar a sua mente não sou eu
É você.


Anúncios

Uma resposta to “Escritores da Liberdade”

  1. Nathalia Gomes março 29, 2011 às 5:30 pm #

    Bom to comentando pq tmb assisti o filme e recomendo.E um filme fascinante,q inicio mostra brigas, guerras, barreiras, destruiçao de familias por causa das drogas,revoltas enfim todos os problemas q no nosso mundo nao e diferente…
    Mas tm mostra a revira volta onde vemos q por causa d uma unica mulher q acredito naqles jovens, a historia mudou, ela deu chances na qual houve mudanças, novo começo, ela acredito ela abraço a causa deles. Acredito q e o q ta faltando no mundo pessoas q fazem a sua diferença no mundo, pessoas q acreditam q ha um novo caminho, q ainda tem esperança de um mundo melhor…
    E digo mais p todas as pessoas q vao ler esse comentario vamos lutar por um mundo melhor pq ainda ha esperança e vc VAI SALVAR OU ESQUECER QUEM TANTO PRECISA DE VC? e uma decisao q so cabe a vc decidir…
    Viva cada dia consequentemente sem demagogia o ceu para os outros e nada mais…
    e assistam o filme vcs num vao perder nada, so vao ganhar e vao ganhar mto…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: